COMO LIDAR COM O ESTRESSE NO TRABALHO

Tempo de leitura: 4 minutos

Estresse no trabalho: numa escala de 1 a 10, qual é o seu nível de estresse, sendo 10 o mais extremo? Reflita um pouco antes de continuar a leitura. ;)

Provavelmente você respondeu um número acima de 5, certo? De acordo com uma pesquisa do International Stress Management Association (ISMA Brasil), 70% dos brasileiros avaliam-se como estressados, sendo que 69% relacionam a situações de estresse no trabalho. Surpreso? O Instituto de Psicologia e Controle do Stress (IPCS) também realizou uma pesquisa sobre o tema e chegaram a resultados mais impressionantes. Eles fizeram a mesma pergunta que você respondeu acima e 34,26% das pessoas relataram experienciar o estresse extremo, ou seja, notas 8, 9 e 10 numa escala de 10 pontos. O que preocupa é que apenas 2,86% dos entrevistados consideram que sabem lidar com seu estresse de modo excelente. Se você se identifica com os outros 97,14%, leia este artigo até o final.

O estresse é uma resposta do corpo a um evento que ocorre no meio interno ou externo que causa um estado de instabilidade. É uma preparação do corpo para uma reação de fuga ou ataque, com a liberação de cortisol, aumento dos batimentos cardíacos e outros sintomas fisiológicos.

Lipp e Malagris (2001) definem da seguinte forma: “o estresse é uma resposta complexa do organismo, que envolve reações físicas, psicológicas, mentais e hormonais frente a qualquer evento que seja interpretado pela pessoa como desafiante”.

Considerando que estamos vivenciando um contexto de revolução tecnológica, recessão econômica, alta competitividade e pressão por resultados nas organizações, essas situações desafiantes fazem parte do dia a dia, gerando cada vez mais estresse.

Observe que é uma questão de interpretação, de percepção da realidade. O que é um desafio para você pode não ser para outra pessoa. Como a tendência é que as alterações no ambiente de negócios sejam cada vez mais rápidas e constantes, mais que buscar evitar o estresse, precisamos aprender a lidar com ele. É essencial desenvolvermos a habilidade de gerenciar o estresse, que é uma das competências da inteligência emocional.

Quais são as situações que mais geram estresse no trabalho e na vida?

Um dos caminhos para gerenciar o estresse é identificar as situações mais estressantes do seu dia a dia. Na pesquisa do IPCS, os relacionamentos – familiares, amorosos, com colegas e chefes – foram apontados como a maior fonte de estresse para os brasileiros. Dificuldades financeiras ficaram em segundo e sobrecarga de trabalho em terceiro lugar. Para identificar essas situações, você precisa reconhecer os sinais do estresse:

Sinais físicos:

  • Taquicardia
  • Sudorese
  • Enrijecimento dos músculos
  • Respiração curta e rápida
  • Tremores
  • Dores de cabeça
  • Cansaço constante

Sinais emocionais

  • Irritação
  • Pensamentos obsessivos
  • Explosão de raiva, ciúmes, culpa
  • Compulsão por comida ou falta de apetite
  • Insônia e pesadelos

 Sinais Cognitivos

  • Falta de memória
  • Dificuldade de concentração
  • Confusão mental
  • Permanente estado de alerta
  • Dificuldade de tomar decisões

Procure estar atento às respostas que seu corpo lhe dá diante de situações desafiadoras. A consciência emocional é um recurso importante para você perceber que seu “pote de estresse” já está cheio. No estudo do IPCS, “analisar a fonte e tentar eliminá-la” é a segunda forma que os brasileiros mais utilizam para lidar com os altos níveis de estresse. A primeira é “conversar com amigos ou familiares” e a terceira “rezar, orar ou meditar”.

3 formas práticas de lidar com o estresse no trabalho

Ao reconhecer os sinais do estresse, é hora de lidar com ele. Experimente colocar em prática essas 3 dicas:

1) Foque-se em realizar os 20% das tarefas que vão gerar 80% dos resultados

Como o volume de tarefas no trabalho costuma ser muito grande, temos que priorizar. Procure realizar primeiro as atividades que irão gerar maior impacto tanto positivo quanto negativo.

2) Crie um espaço de trabalho blindado, livre de interrupções

Para você conseguir manter o foco, desabilite temporariamente alertas de celular, feche abas do navegador que você não está usando e saiba dar limites para pessoas que trabalham no mesmo ambiente que você.

3) Evite acumular pendências.

Faça uma lista com tudo o que está lhe preocupando e faça um plano para eliminar essas pendências o mais rápido possível. Além de claro, evitar perder prazos e deixar as tarefas cotidianas se acumularem.

Se você quiser entender com mais detalhes essas dicas, assista a este episódio da Indigo TV.

Agora é sua vez de compartilhar suas dicas! Responda nos comentários:

– Quais são as situações que mais lhe estressam?
– Quais são as formas mais eficazes para extravasar?